sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Lembranças



Lembranças




Sinto falta do beijo teu

Quando a noite se aproxima mansa.

Sinto falta de tua voz,

Leve, embalada como uma dança.

Sinto falta desse teu jeito

Positivo de encarar a vida;

E desta paz que contagia a alma

Ao me ensinar como é bom senti-la.

Sinto falta daqueles planos

Que ignoravam o ‘’aqui e agora’’

Da sonhadora de pés descalços

Que em pensamento ia mundo a fora.

Sinto falta daquelas cores

Sutis que havia em seu olhar;

Que reluziam como arco-íris

Quando num circulo faziam bailar.

Sinto saudades de tudo,

Que me era caro e outrora eu não sabia.

Sinto saudades do tempo

Eu que eu podia chama-la de minha.






(Ermes Le Fou)